Compare:

Fred Suter no JC de hoje:

Dinheiro a rodo
Estudo da Câmara de Infraestrutura revela que o Governo ainda tem R$ 12 bilhões para financiamentos este ano. O BNDES, que carrega um rombo de mais de US$ 1 bilhão de dólares por conta da AES, tem outros R$ 3 bilhões no cofre e o Banco do Brasil, mais R$ 1 bi. Com as verbas das estatais como Eletrobrás e Petrobras, pode-se chegar próximo de um total de R$ 29 bilhões.

O que falta no momento são empresários de olho em grandes investimentos. Até agora, de interesse concreto, só chegou mesmo ao BNDES um pedido da R$ 1 bilhão da Volkswagen para tirar do papel o projeto do novo modelo Tupi.

Isto É Dinheiro desta semana (começou a circular na quarta), coluna Poder:

DINHEIRO SOBRANDO

Dinheiro para emprestar, tem! O que não tem é disposição do empresariado para investir, reclama o ministro Luiz Fernando Furlan, do Desenvolvimento. Cálculo da Câmara de Infra-Estrutura indica que o governo ainda tem R$ 12 bilhões para financiamentos este ano. Há outros R$ 3 bilhões do BNDES. O Banco do Brasil também teria outro R$ 1 bilhão. Com as verbas de estatais como Eletrobrás e Petrobras chega-se a R$ 29 bilhões.

Notou alguma coisa?

Deixe um comentário