Arquivo de janeiro de 2003

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

O JB, depois da troca de retirada de ações judiciais por espaço na página de opinião, parece que agora está tentando inventar o “jornalismo seqüencial”, no qual você lê o início de uma notícia numa coluna e termina de saberdo resto em outra. Exemplo são essas notas, a primeira da coluna Boechat e a segunda do Informe JB, ambas de hoje:

Destino

Antônio Carlos Magalhães estava ontem a um passo de assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como sempre

Antonio Carlos Magalhães voltou com tudo ao Senado. Ontem, na reunião da bancada, fez barba, cabelo e bigode. Primeiro, convenceu a bancada a exigir uma das duas comissões mais importantes da Casa. Depois, foi indicado para presidir essa comissão. Para completar, apoiou a candidatura de Romeu Tuma a um lugar na Mesa Diretora do Senado, contra a vontade da direção do partido. Deu Tuma, por um voto.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

O JB, depois da troca de retirada de ações judiciais por espaço na página de opinião, parece que agora está tentando inventar o “jornalismo seqüencial”, no qual você lê o início de uma notícia numa coluna e termina de saberdo resto em outra. Exemplo são essas notas, a primeira da coluna Boechat e a segunda do Informe JB, ambas de hoje:

Destino

Antônio Carlos Magalhães estava ontem a um passo de assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como sempre

Antonio Carlos Magalhães voltou com tudo ao Senado. Ontem, na reunião da bancada, fez barba, cabelo e bigode. Primeiro, convenceu a bancada a exigir uma das duas comissões mais importantes da Casa. Depois, foi indicado para presidir essa comissão. Para completar, apoiou a candidatura de Romeu Tuma a um lugar na Mesa Diretora do Senado, contra a vontade da direção do partido. Deu Tuma, por um voto.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

O JB, depois da troca de retirada de ações judiciais por espaço na página de opinião, parece que agora está tentando inventar o “jornalismo seqüencial”, no qual você lê o início de uma notícia numa coluna e termina de saberdo resto em outra. Exemplo são essas notas, a primeira da coluna Boechat e a segunda do Informe JB, ambas de hoje:

Destino

Antônio Carlos Magalhães estava ontem a um passo de assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como sempre

Antonio Carlos Magalhães voltou com tudo ao Senado. Ontem, na reunião da bancada, fez barba, cabelo e bigode. Primeiro, convenceu a bancada a exigir uma das duas comissões mais importantes da Casa. Depois, foi indicado para presidir essa comissão. Para completar, apoiou a candidatura de Romeu Tuma a um lugar na Mesa Diretora do Senado, contra a vontade da direção do partido. Deu Tuma, por um voto.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

O JB, depois da troca de retirada de ações judiciais por espaço na página de opinião, parece que agora está tentando inventar o “jornalismo seqüencial”, no qual você lê o início de uma notícia numa coluna e termina de saberdo resto em outra. Exemplo são essas notas, a primeira da coluna Boechat e a segunda do Informe JB, ambas de hoje:

Destino

Antônio Carlos Magalhães estava ontem a um passo de assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como sempre

Antonio Carlos Magalhães voltou com tudo ao Senado. Ontem, na reunião da bancada, fez barba, cabelo e bigode. Primeiro, convenceu a bancada a exigir uma das duas comissões mais importantes da Casa. Depois, foi indicado para presidir essa comissão. Para completar, apoiou a candidatura de Romeu Tuma a um lugar na Mesa Diretora do Senado, contra a vontade da direção do partido. Deu Tuma, por um voto.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

O JB, depois da troca de retirada de ações judiciais por espaço na página de opinião, parece que agora está tentando inventar o “jornalismo seqüencial”, no qual você lê o início de uma notícia numa coluna e termina de saberdo resto em outra. Exemplo são essas notas, a primeira da coluna Boechat e a segunda do Informe JB, ambas de hoje:

Destino

Antônio Carlos Magalhães estava ontem a um passo de assumir a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Como sempre

Antonio Carlos Magalhães voltou com tudo ao Senado. Ontem, na reunião da bancada, fez barba, cabelo e bigode. Primeiro, convenceu a bancada a exigir uma das duas comissões mais importantes da Casa. Depois, foi indicado para presidir essa comissão. Para completar, apoiou a candidatura de Romeu Tuma a um lugar na Mesa Diretora do Senado, contra a vontade da direção do partido. Deu Tuma, por um voto.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

Mais uma prova de que as coisas não mudaram muito nos útlimos 30 dias está aqui, na coluna do velho Villas-Boas Corrêa.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

Mais uma prova de que as coisas não mudaram muito nos útlimos 30 dias está aqui, na coluna do velho Villas-Boas Corrêa.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

Mais uma prova de que as coisas não mudaram muito nos útlimos 30 dias está aqui, na coluna do velho Villas-Boas Corrêa.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

Mais uma prova de que as coisas não mudaram muito nos útlimos 30 dias está aqui, na coluna do velho Villas-Boas Corrêa.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2003

Mais uma prova de que as coisas não mudaram muito nos útlimos 30 dias está aqui, na coluna do velho Villas-Boas Corrêa.